quinta-feira, 5 de novembro de 2009

A última pouca vergonha em Estremoz

Transcrevo na integra, pela sua importância, o comunicado de ontem da Secção de Estremoz do Partido Socialista.

Comunicado 04.11.209
A Secção de Estremoz do Partido Socialista leva ao conhecimento da população estremocense e demais interessados os seguintes acontecimentos:
1. No dia 03 de Agosto de 2009, a cidadã Sílvia Dias assinou uma declaração de aceitação de candidatura à Câmara Municipal de Estremoz, integrando as listas do Partido Socialista.
2. Fê-lo de livre e espontânea vontade e sem nenhum tipo de pressão.
3. Depois, em nome do PS, participou na feitura do programa eleitoral, nas actividades de campanha e nos debates públicos patrocinados pela Rádio Despertar Voz de Estremoz.
4. No jantar de apresentação pública dos candidatos do PS a cidadã Sílvia Dias, levou a sua família mais íntima e conviveu com todos os presentes.
5. Os estremocenses sabem que a cidadã Sílvia Dias se envolveu neste processo em nome do PS. Foi também em nome do PS que 2867 estremocenses votaram nela e nos candidatos do PS nas últimas eleições autárquicas.
6. Depois das eleições, a cidadã Sílvia Dias esteve presente em diversas reuniões com o PS e numa delas, em S. Lourenço, afirmou o seu amor ao Partido Socialista (sou do PS desde pequenina), jurou fidelidade ao projecto, comoveu-se perante os outros candidatos e terminou afirmando a sua determinação em assumir o lugar de vereadora da oposição.
7. Passados dois dias, perante alguns boatos que a davam como “muleta” ao serviço do MiETZ, a cidadã Sílvia Dias pediu uma reunião com responsáveis do Partido Socialista para, na presença da sua família, reafirmar a sua fidelidade ao PS e confessar que “se mudasse depois não seria capaz de encarar as pessoas”.
8. Posteriormente, na passada 2ª feira, dia 2 de Novembro, a cidadã Sílvia Dias eleita nas listas do PS, (não se sabe a troco de quê) foi apresentada publicamente como vereadora a soldo do MiETZ.
9. Com o seu gesto a cidadã Sílvia Dias desprezou o voto das 2867 pessoas que a elegeram e “viciou” o resultado das eleições, transformando a vitória do MiETZ numa maioria absoluta artificial.
10. A falta de carácter revelada por Sílvia Dias só encontra paralelo com o convite eticamente reprovável que o Presidente da Câmara lhe dirigiu. Depois de ter afirmado no discurso de posse que “não entraria em jogos políticos” o Presidente da Câmara prova, ao dirigir um convite a uma funcionária contratada da autarquia (Sílvia Dias) que não é digno do crédito dos estremocenses.
11. Ficámos todos a saber que cidadã Sílvia Dias não se importou de “vender” a sua posição e que o Presidente da Câmara ainda não perdeu o hábito de não olhar a meios para atingir os fins.
12. As atitudes da Sílvia Dias e de Luís Mourinha são um erro grosseiro, um gravíssimo atentado à democracia e um perigoso precedente na actividade política da autarquia. O Presidente da Câmara acha que pode “comprar” o voto da cidadã Sílvia Dias e esta achou-se no direito de alienar os votos de quem nela confiou, mas a Honra e a Dignidade da Pessoa Humana ninguém pode comprar.

Estremoz, 04 de Novembro de 2009

Saliento particularmente o constante dos pontos 8 a 10.

Aqui está um retrato que traduz por um lado aquilo que eu tenho sistematicamente chamado Escumalha que vegeta pelo partido Socialista, da qual a cidadã Sílvia Dias é um bom exemplo. E que me leva a dizer: VOTO NO PS JAMAIS, enquanto estas situações perdurarem, e não se avizinha um fim próximo.
E aqui está a repetição por parte de Luís Mourinha do vale tudo, tal como valeu no seu mandato anterior comprar o José Miguel Cravo.
Só nos resta que a Assembleia Municipal faça valer o sentir da maioria dos estremocenses que não votaram, nem se revêem no Movimento do Mourinha. E tem para tal a maioria necessária e suficiente de membros 23 num total de 34 que se podem opor aos 11 do Movimento do Mourinha sempre que estiverem em causa os interesses de Estremoz e dos Estremocences.

PELO EXERCICIO DO PODER DELIBERATIVO DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL

URGE REDUZIR A CÂMARA MUNICIPAL TÃO SOMENTE AO ÓRGÃO EXECUTIVO QUE DE FACTO E APENAS É.

3 comentários:

  1. Quem com feros mata cm ferros morre!!

    ResponderEliminar
  2. A derrota do PS em Estremoz tem um nome JOSÉ RAMALHO, de que está ele á espera para se demitir?

    ResponderEliminar
  3. "A última pouca vergonha em Estremoz"
    Bem verdade este post. Palhaçada logo a começar como pode sair esta terra da lama.

    ResponderEliminar

Loading...