domingo, 20 de setembro de 2009

Soares e Alegres são “cúmplices da asfixia democrática”

Nas Noticias do "Sapo" em Eleições Legislativas:

Bem pode Manuela Ferreira Leite agradecer a Paulo Rangel: o eurodeputado e antigo líder da bancada parlamentar laranja voltou a marcar presença esta noite na “Volta” do PSD e não poupou críticas a Mário Soares e a Manuel Alegre. Paulo Rangel acusa os dois históricos socialistas de serem “cúmplices da asfixia democrática em Portugal”.

Já ontem, Paulo Rangel se tinha juntado à caravana social-democrata em campanha pelo distrito de Coimbra. Esta noite, em Viseu, o antigo líder parlamentar regressou à campanha, numa sessão pública onde deixou fortes críticas ao Governo socialista e a Mário Soares e Manuel Alegre – que, também este fim-de-semana, se juntaram a José Sócrates na campanha eleitoral pelo Partido Socialista.

“Custa-me ver que Alegre e Soares, que se intitulam de uma forma um tanto ou quanto vaidosa «defensores das liberdades em Portugal», não tenham uma palavra para criticar o clima de asfixia democrática vivido em Portugal”, defende Rangel. Por isso, o eurodeputado não hesita em acusar os dois fundadores do PS de serem “cúmplices” do clima de condicionamento em que se encontra a sociedade portuguesa.

E Rangel foi mais longe: acusou de “incoerência” os dois socialistas. “Querem que os outros votem no Partido Socialista para depois dizerem durante 4 anos que estão errados”, diz o eurodeputado: “Querem votos no PS para que possam dizer mal do Governo socialista na comunicação social”.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Loading...